quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

quarta-feira, 2 de Novembro de 2011

Maravilhas de Portugal

FWeb_GVT-07.jpgO Gerês sempre simbolizou a harmonia entre o Homem e a natureza, numa partilha permanente de actividades e sentimentos, das gentes aliada à Natureza das inóspitas montanhas de granito moldadas pelo tempo. As águas correm cristalinas pelos ribeiros e o ar puro envolve a grande diversidade da fauna e da flora proporcionando um movimento contínuo de calma e prazer.
 
Importante destino turístico desde há mais de um século, o Gerês é uma marca a defender, preservar e dela saber tirar vantagem legítima para a sustentabilidade da região. O Gerês oferece produtos e serviços com grande qualidade e vocacionados para proporcionar o bem estar tão necessário à vida actual tão agitada.
 
Neste ambiente, surge a associação Gerês Viver Turismo, com o objectivo de promover e divulgar o Gerês como destino de eleição na área do turismo de natureza, ambiental e termal.
 
FWeb_GVT-03.jpgNão podemos esquecer uma palavra de agradecimento às entidades administrativas deste território por acreditarem que a Gerês Viver Turismo saberá cuidar bem do domínio geres.pt. Traduziremos esta confiança numa responsabilidade para nós e para os nossos associados.
 
Neste portal iremos divulgar os produtos e serviços dos nossos associados, os eventos com interesse para a região e todas as informações que entendemos serem úteis para quem nos visita podendo tirar partido de toda a dinâmica que o Gerêstem para oferecer durante todo o ano.
 
Venha conhecer o Gerês e as suas gentes, pois não há forma de o descrever! As imagens revelam apenas o que só vivenciado se compreende, se admira e se desfruta! Sinta-o!

Anti-incendios

Os incêndios florestais são uma das principais catástrofes em Portugal. Constituem uma fonte de perigo para as pessoas e bens, além de provocarem danos ambientais. As causas são muito variadas, mas muitos dão-se por descuido humano.
Nos dias mais quentes, com vento e humidade baixa, o risco de incêndio é maior. Aumente a sua atenção.

Se mora junto a uma área florestal
  • Limpe o mato à volta da sua habitação.
  • Separe as culturas com barreiras corta-fogo (por exemplo um caminho).
  • Guarde, em lugar seguro e isolado, a lenha, o gasóleo e outros produtos inflamáveis.
  • Afaste da madeira, papel, roupa ou outros materiais combustíveis, as velas e candeeiros a petróleo ou a gás.
  • Nunca deixe as crianças sozinhas em casa e fechadas à chave. Não as deixe brincar com fósforos ou isqueiros.
Tenha sempre à mão
  • Algo com que possa extinguir um foco de incêndio (extintor, mangueira, enxadas, pás).
  • Rádio e lanterna a pilhas, pilhas de reserva, material de primeiros socorros e sapatos fortes e isolantes do calor.
  • Prepare e treine com a sua família: Um plano de evacuação de sua casa. Um ponto de encontro, ou um modo de contacto, para evitar ficarem separados durante um incêndio.


Se for passear à Floresta
Não deite fósforos ou cigarros para o chão.
Não deite pela janela do automóvel cinzas ou pontas de cigarro.
Leve a refeição preparada.
Não acenda fogueiras. As fogueiras só podem ser feitas nos locais próprios, e com os seguintes cuidados especiais:
  • remova as folhas secas;
  • ponha um círculo de pedras em redor do fogo;
  • molhe bem o local à volta;
  • mantenha por perto um recipiente com água;
  • vigie-a atentamente;
  • apague-a muito bem com água e terra;
  • nunca faça fogueiras em dia de muito vento;
  • não abandone na floresta nenhum lixo, incluindo garrafas de vidro.

Queimadas e Foguetes são a causa de muitos incêndios florestais, por isso:
  • É proibido realizar-se queimadas e queima de sobrantes nos espaços rurais durante o período crítico (compreendido, normalmente, de 1 de Julho a 30 de Setembro).
  • É proibido o lançamento, durante o período crítico, de quaisquer tipos de foguetes, de balões com mecha acesa e a utilização de fogo de artifício.
  • A realização de queimadas só é permitida fora do período crítico e desde que o índice de risco de incêndio seja inferior ao nível elevado.
  • Antes de fazer uma queimada peça autorização à Câmara Municipal e informe-se das condições de segurança junto dos Bombeiros da sua área.
  • Não faça queimadas nas proximidades das florestas.
  • Diga aos seus vizinhos quando a vai fazer.
  • Durante a queimada tenha sempre à mão enxadas, pás, mangueiras e outras ferramentas.

Avise as Autoridades
  • Se vir lixo ou mato denso acumulado próximo de habitações.
  • Se notar a presença de pessoas com comportamentos de risco.
  • Se avistar o início de um incêndio florestal, ligue de imediato para o 112 ou para os Bombeiros da área.